Judas Iscariotes

Tesoureiro de Antipas, tenta conduzir o tetrarca às melhores decisões. Será um dos doze apóstolos escolhidos pelo Messias. Além de ótimo tesoureiro do grupo, Judas é considerado pelos companheiros como homem bom, leal, inteligente e instruído. Mas possui uma fraqueza: a ambição pelas coisas materiais e pelo poder. Influenciado por Satanás, se convence de que a prisão de Jesus seria o estopim para uma grande revolta, que conduziria o povo judeu finalmente à liberdade. Judas então trai o Messias. O plano falha, e o remorso o leva ao suicídio.